quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

In the Mix #24: Steve James


A história da música está cheia de casos de gente a transbordar talento, cuja dificuldade em lidar com as contrariedades da vida ou com as suas contradições internas acaba por não as deixar continuar a usar os seus dons naturais para encantar os outros. Alguns conseguiram já alcançar a imortalidade a uma escala mais global, outros vão-na conquistando numa escla mais reduzida. E quando falo da imortalidade refiro-me, obviamente, ao legado musical que nos deixaram.

Até há umas semanas nunca tinha ouvido falar neste Steve James, mas um tópico sobre ele num fórum que frequento e opiniões bastante positivas de gente que sabe o que diz suscitaram a minha curiosidade. Descarreguei este set [Steve James - MercuryRising 011 on MCast (September 15, 2008)] e, só enquanto o fazia, percebi que se tinha suicidado há poucas semanas e que este era um dos seus últimos sets com que tinha brindado os seus fãs. Acabou por ser a banda sonora da madrugada e manhã do meu primeiro dia neste ano... e que grande banda sonora: envolvente, emotiva, hipnótica... quem ouviu comigo também não conhecia e gostou bastante, por isso o melhor mesmo é tirar bilhete e fazer a viagem.

Download
Reblog this post [with Zemanta]

2 comentários:

Nuno (Kinetic) disse...

Obrigado BrainDance, pela tua iniciativa de aqui postares este set que tem tanto de magnífico como de emocional (um dos vários que o Steve "Jibgolly" James fez na sua vida)!

Como já disse noutro local, é um dos casos mais arrepiantes que conheço, de alguém a "abrir" a sua alma através da música.

Que através da tua iniciativa, ela possa tocar a alma de mais alguém.

Um abraço e obrigado pelo teu trabalho neste blog.

BrainDance disse...

Obrigado Nuno, pelas palavras simpáticas e também porque foi graças a ti que o Steve James me foi dado a conhecer e consequentemente aqui veio parar. Em boa hora, digo eu... e espero que outros.